Pianismo.

Um perfeito dedilhado. Uma canção em dó maior. Sem letra, num ritmo acelerado, com um compasso duelando o desafinado movimento de vai e vem. Aquele solitário rapaz, sentado no piano de uma grande universidade. Pessoas passavam, e nem sequer o percebiam. Ninguém apreciava aquela música. O som dos passos, dos suspiros, dos sonhos frustrados, das […]

Mudanças

O que me preocupa não é o fato de tudo estar mudando, mas a maneira como as coisas mudam. É difícil, doloroso e angustiante. O pesar das responsabilidades, a inconstância de pensamentos, de ações que deveriam ser tomadas e perdem-se em meio ao nada. Surgem-se os conselhos, os descasos, e as lágrimas, novamente… Ah, essas […]

Dedicatórias.

Quer saber? Não sou mais qualquer novidade. Sou o que sou sem limites, sem sinfonias. As lágrimas que caem por meu rosto representam mais do que meras lembranças. São pedaços do que um dia fui, e que nunca mais voltarei a ser. Lugares dos quais nossa dança perpetuamente mantém o ritmo. O tum-tum-tá de um compasso do […]