Dear love,

A passos largos, me apresso ao seu encontro. Sei que talvez, o nosso relógio não esteja sincronizado, causando o atraso de uma das partes. Sei também que a vida em preto e branco, me faz sentir cada dia mais e mais desejosa por cores verdadeiras, e sei também que os fins por si, tem o … Continue lendo Dear love,

Anúncios

. yellow melody.

Eu sei, que quando você estiver pronto aparecerá em minha janela. Com um sorriso, um olhar envergonhado, e uma canção. Não necessariamente feita de acordes e poesias. Mas uma daquelas que transborda o amor, sem ao menos importar-se com a pressa que algum dia existiu. Tudo passará em uma fração de segundos, assim como a … Continue lendo . yellow melody.

. Incapaz, incomum .

Incompleto, surreal. É impossível de creditar informações a algo que parece tão, estranho. Não dá, acabou. Tenho que parar com essa mania de rotular tudo, dizendo que ninguém está aqui ao meu lado. Me sinto uma incapaz, uma incomum. Daquele tipo que nunca vai achar sequer uma pessoa semelhante, pelo menos na forma de se … Continue lendo . Incapaz, incomum .

Dedicatórias.

Quer saber? Não sou mais qualquer novidade. Sou o que sou sem limites, sem sinfonias. As lágrimas que caem por meu rosto representam mais do que meras lembranças. São pedaços do que um dia fui, e que nunca mais voltarei a ser. Lugares dos quais nossa dança perpetuamente mantém o ritmo. O tum-tum-tá de um compasso do … Continue lendo Dedicatórias.

No ritmo da canção …

             "É muito improvável que Deus use uma pessoa que nunca sofreu profundamente uma dor".                                                                                                                     - A.W. Tozer- Isso faz parte de um outro livro... Sim, outro livro que tenho em frangalhos em meu computador... Hoje me voltou a mente esse trecho. Me levou a lágrimas imediatas, e me … Continue lendo No ritmo da canção …

Me destes asas, e eu posso então voar…

Me destes uma canção, com a qual posso colorir os céus... É o simples detalhe de uma vida que se molda conforme os desafios. Simples detalhes, isso, simplesmente comuns. Onde não há nada que valorize o momento, apenas por sabermos do que se trata... Uma construção de nosso ser. Há dias onde tudo parece não fazer … Continue lendo Me destes asas, e eu posso então voar…

Post scriptum .

Meu amado, Após as 99 cartas que lhe escrevi, durante esse ano que passou, concluí, que as palavras mais ditas foram: Amor, sonhos, e mudanças. Acredito que minhas tentativas me levaram a muitos tombos, dos quais levantei-me muito mais ferida, e preocupada do que outrora. Contudo, as mudanças que ocorreram em minha mente, desvendaram sonhos … Continue lendo Post scriptum .

É apenas no último passo .

Que sua vida realmente começa. O último passo ao abrir a porta da maternidade. O último passo para chutar a bola num importante jogo de futebol. O último passo para deitar num colo querido. "Honestamente pensei que conseguiríamos ir até o fim, Com os pés descalços na praia dançando contra o cinza. Mas pedra por … Continue lendo É apenas no último passo .

Muros sob meus pés .

Contento-me à medida que vejo ruínas se transformando belas casas, onde o anfitrião assenta-se à mesa principal, sorrindo a todos os seus convidados. A Távola redonda dos tempos de Arthur, simbolizava a igualdade de cada membro do corpo de cavalheiros, em relação ao Rei. Sendo lenda, ou não, é uma tradição que deveria ser mantida … Continue lendo Muros sob meus pés .

Contrapostos, contragostos .

Quando a sala de estar se encontra vazia, percebo ao canto, um sofá. As paredes eram  frágeis, assim como aquele pedaço de estruturado madeireiro com espuma. Eu não via como o dia estava nublado, todos diziam que era a pior temporada do ano. Me deparei então com um sentido. Uma coisa insignificante como um sofá … Continue lendo Contrapostos, contragostos .