Mudanças

O que me preocupa não é o fato de tudo estar mudando, mas a maneira como as coisas mudam. É difícil, doloroso e angustiante. O pesar das responsabilidades, a inconstância de pensamentos, de ações que deveriam ser tomadas e perdem-se em meio ao nada.
Surgem-se os conselhos, os descasos, e as lágrimas, novamente… Ah, essas pequenas gotas de esperança, talvez. Gerou-se uma expectativa em meio as cinzas, um pianismo em meio ao total silêncio. Se a lua contasse suas histórias, e o amanhecer realmente reservasse os sorrisos. Mas algo sempre lhe puxa pra baixo. Os ritmos que não se completam.
Transforme as alegrias em uma intensa frustração. E você finalmente nota que chegou a uma vida desentendida. Nem adulta, nem infantil, nem jovem, nem velha. Uma vida que nem os mais sábios autores poderiam descrever, que os mais nobres músicos poderiam acompanhar. É uma dança de uma perna só, com um compasso quebrado, sem sentido, mas certamente com uma razão.

large (3)

O que me preocupa não é o fato de tudo estar mudando, mas a maneira como as coisas tem tomado seu rumo. Se nem ao certo escolhemos entre pão francês e pão d’água, que dirá as escolhas de nossas vidas?

Eu só estou com medo de crescer, e deixar de me expressar, de brincar, e de sorrir.
Estou com medo de chorar, de cair e de não ter ninguém para me levantar.

É só mais uma daquelas crises.

#Feliz dia do escritor – Para todos aqueles que sabem realmente escrever#

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s