Me destes asas, e eu posso então voar…

Me destes uma canção, com a qual posso colorir os céus…

É o simples detalhe de uma vida que se molda conforme os desafios. Simples detalhes, isso, simplesmente comuns. Onde não há nada que valorize o momento, apenas por sabermos do que se trata… Uma construção de nosso ser. Há dias onde tudo parece não fazer sentido. São nessas horas que fechamos nossos olhos e voamos pra longe… Não fugindo de nossos problemas, mas buscando uma tranquilidade que nos faça enxergar essas dores como algo útil, algo que nos faça crescer. Voando ao alto, visualizando os pássaros, os céus… Colorindo de ponta a ponta nossas dores cinzentas, tirando a cor de sangue de nossas mãos, e nos limpando… com a união de todos esses pigmentos. O branco.

É onde tudo se encaixa. Asas? Nossa imaginação pode ser mais do que isso. Podemos voar pra perto, pra mais perto de um verdadeiro amor onde nossos medos se esvaem. Tudo o que precisamos, é fechar os olhos, respirar bem fundo… e voar.

Ao tentar entender o motivo de todos os meus sonhos, percebi de onde eles surgiam… Num lugar onde sempre que eu me via em apuros, eu permanecia, por muitas vezes voltando “forçada”. Lá eu sou quem eu realmente sou, lá posso parar de fingir que satisfaço todas as expectativas, posso brincar, chorar, me esvaziar de todos os fardos. Mas percebi que corria pra lá, somente quando necessitava. Por isso, vivia em constante tristeza. O principal objetivo de nossa liberdade é o de poder sermos quem somos, e contarmos com esse lugar a cada minuto de nossa existência. Não só enquanto estivermos machucados… contudo, dia após dia, tirarmos nosso vazio existencial, e trocarmos por uma alegria incondicional. É o estar em meio a paz, mesmo quando todos estão em uma guerra contra.

E perceber, que devemos prosseguir com nossos ideais, agora transformados pela alegria de possuir mais um dia de vivência nesse paraíso, e contar a todos, o quanto somos satisfeitos, por tê-los ao nosso lado.

As pedras virão, as lutas continuarão. Mas sabendo que tudo aquilo irá passar, sua visão do voar muda. Isso é sua real liberdade, poder ir e vir, e contar com uma vitória já conquistada por esse amor. E aos poucos, o seu crescer te faz cantar, colorindo a vida de outras pessoas.

Acabando com todo o egoísmo, para partilhar o amor.

Anúncios

Um comentário em “Me destes asas, e eu posso então voar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s