Existem .

Talvez não necessariamente nessa ordem, três coisas que estão me mantendo viva.
Música, Esperanças, e Deus.
Sabe, as músicas conseguiram me elevar de um estado de depressão, para uma intensa conexão com o que eu realmente deveria ser. As esperanças que divagam entre minhas dúvidas. Mas me mostram que no fim, tudo vai dar certo. E segundo meu pai sempre fala: “Se ainda não deu certo, é porque ainda não chegou o fim.” E Deus, eu sei que ele está me sustentando em suas mãos, e falando que eu não vou cair, Mas o meu medo de altura é tão grande que por vezes eu não consigo me suster.
Estabeleci comigo coisas a fazer. Metas, como seres humanos normais a chamariam. Para mim está tudo numa confusão de fios de conexões cerebrais que não sei direito o que faço realmente. Estou me perdendo no que chamam, de vida.

São pequenos detalhes dos quais eu queria poder ter certeza, de que os faria. Se não fossem tantas dúvidas.Vocês podem ver, não posto há grande tempo. Talvez pela falta deste mesmo. Levantar cedo, dormir cedo. Faço isso com uma certa frequência nessas últimas duas semanas. E só aumenta meu stress, e minha vontade de jogar tudo pro alto e dizer, chega! Se todos os fins de ano forem assim, eu acho que comecei a ficar num estágio avançado de loucura. Por exemplo, no próximo ano, no finalzinho dele teremos Rock In Rio. Só por um acaso, incrível, minhas três bandas de influência estarão lá, sendo que duas tocam no mesmo dia. E será a terceira vez, que perderei o show delas no Brasil. Isso é legal não? Realmente, NÃO. Eu aprendi a viver baseada nas músicas. E o meu Ritmo é o que me torna completa. O ato de pertencer a um instrumento, e não o contrário. Compreendem isso? Escola, estudos, provas, dependências, mais provas, recuperação, noites sem dormir, dias com stress completo. Oi vida. Eu perdi inspiração, ou no caso, sempre escrevi mal dessa forma? Eu quero voltar a ser o que eu era antes? Se isso for amadurecimento, acho que amarelei pra pior.

Nada a declarar, ou talvez, existam fatos implícitos aqui. Eu retornarei, o mais breve possível.

 – lágrimas, dores, sentimentos, estações –

Anúncios

Um comentário em “Existem .

  1. Tenho quase certeza que esse é um dos post que você não espera que se comente. sei lah, mas me lembrei de uma música do Raul, que diz assim “quando acabar o maluco sou eu”.. deve servir pra vc

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s