. Novamente .

Revivo sensações que já percorreram essas estações. É primavera novamente. Eu sempre amei, e sempre te amarei. Já duvidei desse amor. O Que nos separou por longos anos. É, você diria que tudo seria fácil. Mas não é.
Sim, claro. Depois de tudo o que passamos isso é meramente uma gota de chuva, perante aquela tempestuosa vida de antes. Mas mesmo assim, complicou.
Complicou saber que agora você cuida de mim em cada ato, e eu continuo o ignorando. Perdão, dessa vez vou tentar andar ao seu lado, e não correr a sua frente.
Pois essa porta que está a nossa frente agora, eu não sei como abrir. E Você sabe a hora certa a girar a fechadura. Eu pareço distante, mas estamos mais próximos do que nunca estivemos, nossas mentes se comunicam de uma forma surpreendentemente bela.
Fora a minha segunda chance, e eu faço questão de propagar, o quanto eu lhe amo.
Não é incrível? Tudo fez sentido, tudo. Absolutamente, eu sei bem o que quero, e está perante suas mãos.
Escreva a minha história, com penas limpas. Apague meus borrões, por favor, não faço questão nenhuma nem de lembrar-me de quantos dias eu já dormi chorando.
Agora o que importa, é quantas vezes eu acordo sorrindo.
Com você, eu não sinto medo. Nem dor, nem falta de esperança. Eu sei que isso é real, posso te sentir aqui.
Meu precioso e melhor amor s2

Anúncios

2 comentários em “. Novamente .

    1. Primeiro eu achei que era sobre a primavera, mas você diz que separou-se por longos anos, aí, já, não faria sentido. Depois pensei, pensei e pensei, e não continuei sem entender.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s