. Maestria .

– Meu caro, poderia asssentar-se agora? Um senhor aparentando ter uns 60 anos disse-me, com um tom de voz amargo.

– Sim, porém preciso… Sentar-me. Baixei meu tom de voz, eu houvera visto a cena de um de nossos melhores músicos sendo despedido a alguns minutos atrás. Não era sugestivo, nem tampouco apreciativo permanecer 5 horas por dias tocando. Sim, amo meu trabalho e tudo o que faço, entretanto, 5 cansadas horas sem ter tempo pra respirar, ou levantar e me dirigir ao banheiro. Aquilo era uma ditadura. E o mais irônico de tudo isso, era a música que estávamos ensaiando: LIBERDADE.

Liberdade talvez de podermos nos limitar a partituras, ou de se despedir a hora que desejar, porque todos sabemos “muitos desejariam estar em nossos lugares”. Eu já tentei entender. Minha família já quis justificar os atos de nosso maestro também. Saber que devemos respeitar nossas autoridades, e permanecer em disciplina constante. Talvez tudo isso tenha um significado maior. Ele fora meu professor, devo muito a ele.

E após todos esses pensamentos percorrerem minha mente, comecei a dedilhar todas as cordas do Contra-baixo. Vibrando todos os demais instrumentos, ao lado de todas as percussões. Não tenho uma imagem fixa do que eu deveria fazer. Talvez só permanecer e ouvir.

Liberdade começa com uma “prisão” de calmarias. É como se uma tempestade tivesse invadido o salão, e as calmarias gritam ao som do violino. Liberdade é enfase em movimentos, ora do sol, ora da lua, até ao tilintar de estrelas. Um grito,  a explosão. Determinando assim, tudo o que devemos almejar. Liberdade. De nos vestirmos, de cantarmos, de saírmos. De aprender por conta própria numa escola onde só a vida tem sentido. Livre pra correr nos campos, livre pra sorrir, e chorar. Livre, simplesmente.

Sinto-me aliviado. Era uma liberdade ecoada através de todos os meus sentimentos. Sincronias ritmadas que me davam toda a sensação de perfeição. Livre? Livre pra dizer ao maestro: ESTOU SAINDO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s