. cair .

De nada adianta. Pensarmos que estamos no topo do mundo. Tudo o que sobe, deve descer. Afinal, não é isso que a física prega?

A pressão dos demais participantes da batalha. Ali a principal regra é sobreviver. Viver nesse mundo, não é nada fácil. Escalamos ao topo dos sistemas, conseguirmos chegar a uma altura super elevada. E quando nos estabelecemos lá, descobrimos que a neve encobre nosso brilho, que o vento é cortante e muito mais intenso do que era possível imaginar. E caímos, declinando nossas certezas, nossas opiniões. E começamos por fim, da estaca zero. Escalando, pedra após pedra. Passando sobre todos os obstáculos, pra conseguirmos chegar ao topo novamente.

Não importa o quanto eu fale, ou mude durante esse percurso. As pessoas sempre irão olhar pras vezes que escorregamos, que derrubamos pedras ladeira a baixo. E infelizmente, o topo não é mais o que importa, e sim o que escalamos pra chegar lá. Muitas pessoas dizem: com as pedras que você joga em mim, vou fazer um castelo. Isso é ser egoísta, é não levar em consideração, que o seu castelo será construído de maldições que os outros lhe lançaram. O passado, a forma como nos equipamos, toda a jornada vai realmente mudar o quadro de quem somos pros outros.

E Caindo lentamente, degrau após degrau. Sendo puxada pela gravidade de um mundo em órbita. Me contento com a simples visão, de quão grandiosas são as montanhas. E seus belos topos, VAZIOS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s