. O velho, esquecido, e momentâneo .

Além do que se vê. Prestar mais atenção em meros detalhes, que ao tempo esmorecem. Geralmente, aquela moda imposta pela mídia em um ano no outro já se torna ultrapassada no outro. Entender essa complexidade que é o mais complicado. Afinal, numa época a moda dos anos 70 é algo fora de cogitação. E na outra estação aparecem modelitos dos mais variados como uma releitura dessa moda. Os carros antigos são vistos como velharias, e muitas vezes são abandonados. E ninguém se dá conta que aquele deveria ser o real e único modelo no mercado.Afinal, passam-se anos a fio, e o carro que por dentro é de madeira maciça, os bancos do mais puro couro, permanece inteiro. Enferruja, porém não é qualquer batida que vai dar perca total. E já os “novos” que vendem aos montes por aí é um plástico duro, que dizem ser mais resistente. Porém só a estética que vale a pena, porque o preço e a qualidade deixam a desejar.

Saudades das coisas que eram feitas pra durar, e não pra consumo desenfreado.

Saudades de esquecer meros detalhes, e saímos nas ruas como realmente queremos nos vestir.

E por falar em vestuário, tem momentos que eu ando vivenciando que têm sido muito engraçados. Eu comprei um casaco xadrez do bazar da igreja, e diga-se de passagem, sabe aqueles casacos xadrez dos tempos de sua avó? É aquele mesmo… E esses dias comecei a usá-lo pois começou a ficar frio. Quando saio na ruas olhares de todos os gostos vem em minha direção. As vezes acho que é por meu cabelo estar uma “vassoura”, e outras eu realmente sei que é por causa do casaco. Que apesar de ser antigo, e já estar bastante velho, pessoas me param pra elogiá-lo. Me sinto na moda, porém na MINHA MODA. E particularmente, eu adoro esse tipo de roupa. Experiências que só vivendo pra que você saiba o quanto isso é interessante.

Os detalhes de um botão que fora de seu vestido de um aninho, ou a rodinha do seu primeiro carrinho como chaveiro… Que fazem toda a diferença em sua personalidade.

Então que moda invertar?

Anúncios

2 comentários em “. O velho, esquecido, e momentâneo .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s