. Máscaras .

 O simples esconder de sua personalidade. Uma forma de viver das aparências, mostrando a todos somente o que eles desejam ver. Abrir mão de ser você mesmo, SER MANIPULÁVEL.

O usar máscaras significa compor um personagem que pode ser todos, menos você. Transformando aos poucos seu modo de pensar, agir, e falar. Mal notamos quantas pessoas ficaram “cinzas”. Por todas as cores de sua vida, trocaram-nas em objetos, ou desejos mesquinhos suprimidos. Uma coisa é aprender com a crítica dos demais. A Crítica te ajuda a olhar pra dentro de si, de uma forma que podemos pensar: não é bem assim. Mas ela não tira nenhum direito de expressão.

O Mundo cada vez permanece na hipocrisia de que todos somos iguais, e temos nossos direitos. Realmente estamos nos tornando iguais, como robôs que acabaram de sair de uma linha de montagem e só fazem aquele determinado serviço ao qual fora programado. Nossos direitos? Acho que não, afinal, eu posso ter um pensamento diferente em relação à política, por exemplo. Mas se é aquilo que está sendo pregado na mídia e todos a seguem, se você for na contramão é você que está infringindo um direito dos demais.  E dependendo da situação, vestimos nossas máscaras, afirmando que nossa linha de pensamento é aquela, ou que nosso estilo de roupa é o da melhor grife possível. E abrimos mão de um direito, (direitos? nós o temos?) de uma argumentação, ou de um simples conselho. Não queremos “queimar nosso filme”, não queremos bater de frente. Porque a partir do momento que sua linha de pensamento está certa, e você deixa de anuncia-la, você é igual aos demais. Mas se no caso, você só visa o mal dos outros, e quer somente seu bem estar, seu direito a exposição de idéias já muda completamente. O que eu quero deixar bem claro aqui … A Máscara que você usa muda conforme os seus desejos forem supridos. A Máscara do status social, da moda, do dinheiro, do sucesso. E o mais engraçado, nunca é levado em consideração o rosto verdadeiro do artista. Talvez a humildade seja melhor do que ter todo o dinheiro possível. Talvez defender a causa de órfãos e viúvas seja melhor do que financiar a compra de uma arma só pra “segurança própria”, talvez defender a vida de mendigos, de doar roupas a quem necessita … Talvez esvaziar sua estante de livros mofados, e doá-los a uma biblioteca, ou a um estudioso da área. TALVEZ TUDO ISSO TENHA MAIS SIGNIFICADO, do que uma aparência em um corpo de baile de máscaras, onde seu traje social reluz um total desconforto emocional. Porque quanto mais nos escondemos atrás de máscaras, mais precisaremos mentir sobre quem realmente somos. E quando menos percebemos, estamos enrolados numa falsa vida, da qual não tem mais solução aos homens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s