. Solidão .

O silêncio percorrendo nos seus tímpanos. Um pequeno alentar de sua imaginação. Porque? Tenho de ficar sozinho, sofrendo as mais variadas dores? Por que? As pessoas quem me amam não se aproximam, não me dão seu ombro amigo? Porque? Vivo isolado, sou discriminado, vivo de falsas amizades, ando num caminho errado.

– E me sento, num banco próximo à arvores, que balançam conforme o vento. Sinto meus cabelos entrarem em minha boca, e olhos. Abaixo meus olhos a um livro… E me esqueço, ali sentada. Sem saber meu propósito, sem ter nenhum sentido. Tirei aquele precioso tempo para ler. E O livro… começa:

” As paixões humanas são misteriosas, e as das crianças não o são menos que as dos adultos. As pessoas que as experimentaram não as sabem explicar, e as que nunca viveram não as podem compreender. Há pessoas que arriscam a vida para atingir o cume de uma montanha. Ninguém é capaz de explicar pôr que, nem mesmo elas. Outras arruínam-se para conquistar o coração de uma determinada pessoa que nem quer saber delas. Outras, ainda, destroem-se a si mesmas porque não são capazes de resistir aos prazeres da mesa, ou da garrafa. Outras há que arriscam tudo o que possuem num jogo de azar, ou sacrificam tudo à uma idéia fixa que nunca se pode realizar. Algumas pessoas pensam que só podem ser felizes em outro lugar, que não naquele onde estão e vagueiam pelo mundo durante toda a vida. Há ainda as que não descansam enquanto não atingem o poder. Em suma, as paixões são tão diferentes quanto o são as pessoas. “-

Bela forma de iniciar minha leitura, belas palavras que penetraram no meu ser, me alertando de que minha situação era a mesma da que o livro tratava. A Escolha de : “A História sem fim“. Não pelo fato do nome ter me atraído a atenção. Mas por me prender numa história de mitos e lendas. Uma de minhas maiores paixões. Com os olhos encharcados de lágrimas relembro a minha atual situação. Solitária, tudo por aquela paixão ali.

Geralmente, nos distanciamos das pessoas a fim de atingir um sonho. O pior de tudo, é que depois não conseguimos nos aproximar como antes. Nem confiamos ao ponto de contar tudo o que aconteceu nesse meio termo. A confiança é o principal motivo de ficarmos sozinhos. Pode ser por uma mentira, que espalharam ao nosso respeito. A Um segredo não revelado inteiramente,  uma falta de motivação a continuar. A Necessidade de aprovação do ser humano faz com que as pessoas que não nos apóiam  fiquem de lado. E como cada um visa seu bem, nos tornamos cada vez mais seres embrionários. A Solidão só é destruída após nossa auto avaliação, que nos leva a não nos apoiarmos em segredos. Se é segredo, não conte. Fale consigo sobre aquele seu problema, mas não deposite sua confiança com um pé atrás. E também se depositar, vá de cabeça no assunto. Assuma todos os riscos! A Solidão é opcional, nos resta apenas sabermos qual é a melhor companhia para cada situação. É necessário aquele seu momento “eu e meu livro”, mas precisamos também de um pessoa especialmente dedicada a nos dar um abraço, ou nos falar um TUDO BEM COM VOCÊ HOJE?

O que me levou a estar sozinha nesse momento? A Minha paixão desenfreada por livros, e por escritas. Por vezes deixei de ser o ombro amigo de alguém pra passar horas a fio escrevendo histórias. Aprendi com meu erro. Tudo tem seu tempo. E Um determinado lugar…

AMO BANCOS, FIM DE TARDE, E UM LIVRO. haha’

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s